http://igeologico.sp.gov.br

20/02/18 10:22

Instituto Geológico mapeou o perigo de contaminação da água subterrânea na região de Indaiatuba a Capivari (SP)

Perigo de contaminação da água subterrânea relacionado à atividade agrícola na área rural

O Instituto Geológico (IG) realizou um mapeamento do perigo de contaminação dos aquíferos na porção sul da UGRHI 5 (Bacias Hidrográficas dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí) na região entre Indaiatuba e Campinas (SP), leste do estado de São Paulo, caracterizada por um expressivo desenvolvimento econômico e acentuado processo de expansão urbana. A metodologia abordada considera que o perigo de contaminação da água subterrânea resulta da interação entre a vulnerabilidade natural dos aquíferos e a carga potencial contaminante imposta por atividades antrópicas, e se apoia no uso de técnicas de análise espacial. Os resultados, publicados no volume 38(1) da Revista do IG estão disponíveis em: (http://ppegeo.igc.usp.br/index.php/rig/article/view/11688), indicam que as áreas mais críticas estão nos distritos industriais de Indaiatuba e de Salto e em áreas dispersas ao longo do rio Capivari e das rodovias.

Para esse mapeamento, foram utilizados os mapas de classificação de fontes pontuais e difusas elaborados pela mesma equipe em trabalho anterior, Disponível em: (http://ppegeo.igc.usp.br/index.php/rig/article/view/8949/8214).

As pesquisas inserem-se no âmbito do projeto Arctub-1, financiado pelo FEHIDRO. Para acessar o relatório final e seus anexos CLIQUE AQUI.

O mapeamento auxiliará no planejamento do uso e ocupação do solo da região, indicando prioridades para o controle das atividades antrópicas e para a proteção das captações de água subterrânea.