http://igeologico.sp.gov.br

Laboratório Paleontológico

O Núcleo de Paleontologia e Bioestratigrafia com o objetivo de sistematizar e avaliar a potencialidade dos microfósseis para o detalhamento geológico, principalmente no âmbito crono e bioestratigráfico, tem desenvolvido projetos nos Grupos Passa Dois, Bauru e na Bacia de Taubaté (Formação Tremembé).

No âmbito da produção, sistematização e disseminação do conhecimento científico, esse Núcleo tem investido no levantamento das pesquisas paleontológicas, com a contínua publicação das séries informativas “Bibliografia Analítica da Paleontologia do Estado de São Paulo” e “Os Fósseis do Estado de São Paulo”.

No sentido de elaborar políticas e estratégias que efetivamente auxiliem na compreensão do conhecimento científico, encontra-se em fase de conclusão o  projeto “Disseminação Científica do “Acervo Paleontológico Dr. Sérgio Mezzalira” do Instituto Geológico de São Paulo e da Bibliografia Analítica da Paleontologia Brasileira, por meio da catalogação digital e disponibilização via ambiente WEB”, iniciativa de investigação financiada pelo CNPq,  que tem por objeto a divulgação científica, através de um “Sistema Gerenciador de Informações Paleontológicas”.

Os resultados dessa proposta proporcionarão à comunidade científica uma operacionalidade extraordinariamente maior na consulta bibliográfica e na avaliação global e histórica da evolução dos conhecimentos paleontológicos não somente no estado de São Paulo como também em todo o território nacional.

Responsável pelo Laboratório Paleontológico e Diretora do Núcleo de Paleontologia e Bioestratigrafia
Dra. Maria da Saudade Araújo Santos Maranhão Rosa

Linhas de Pesquisa: Projetos de cronoestratigrafia e bioestratigrafia nos Grupos Passa Dois, Bauru e na Bacia de Taubaté (Formação Tremembé).

Ações em andamento: O Laboratório Paleontológico Dr. Sérgio Mezzalira executa identificação macroscópica expedita de fósseis. Projeto: “Disseminação Científica do “Acervo Paleontológico Dr. Sérgio Mezzalira” do Instituto Geológico de São Paulo e da Bibliografia Analítica da Paleontologia Brasileira, por meio da catalogação digital e disponibilização via ambiente WEB”.