http://igeologico.sp.gov.br

Recursos Minerais

  • 04/01/06

    O manto de intemperismo e os níveis escalonados do planalto de Campos do Jordão: correlações e implicações na evolução da paisagem

    O projeto tem por objetivo estudar os perfis completos de alteração in situ das rochas(saprólito) nos níveis escalonados do planalto de Campos do Jordão, entre o morro do Itapeva e o vale do Capivarí. Inicialmente serão feitas sondagens exploratórias com utilização de métodos geofísicos (sondagens elétricas verticais e caminhamento elétrico), para um primeiro reconhecimento da profundidade do saprólito e da zona de transição saprólito/rocha sã. Com base nos dados fornecidos pelas sondagens geofísicas serão escolhidos sítios representativos para sondagens mecânicas, com a finalidade de obter testemunhos indeformados do perfil de alteração completo (solo, rocha intemperizada e topo da rocha sã). A etapa final consistirá na análise textural, mineralógica e micromorfológica das amostras colhidas nos perfis-tipo de cada um dos níveis topográficos, para caracterização dos materiais intemperizados em toda a sua espessura. Os resultados do projeto devem contribuir para esclarecer a gênese e evolução do manto de intemperismo e para determinar a influência dos fatores clima, relevo e estabilidade tectônica neste processo. Serão portanto importantes para completar o conhecimento da evolução do relevo do planalto e das terras altas do Brasil tropical.

    Leia mais

  • 01/01/06

    Condições ambientais que possibilitaram a formação de macrocristais de caulinita em rochas cenozóicas de Iguape

    O objetivo do projeto é determinar as condições paleoambientais que possibilitaram a formação de macrocristais de caulinita nas rochas cenozóicas da região de Iguape, Vale do Ribeira.

    Leia mais

  • 06/01/05

    Caracterização dos terrenos cársticos das bacias dos rios Ribeira e Paranapanema e sua vulnerabilidade frente a processos erosivos e atividades minerárias

    Nas bordas do Planalto Atlântico e nas serras que fazem a transição deste planalto com a baixada litorânea, região do Vale do Ribeira, encontram-se os principais terrenos cársticos do Estado de São Paulo. Encontram-se aí, também, importantes áreas de conservação, destacando-se o Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira - PETAR e o Parque Estadual Intervales - PEI. As características dos terrenos cársticos nesta região ainda são pouco conhecidas e inexistem estudos regionais que sintetizem suas feições principais, conhecimento indispensável para a promoção do desenvolvimento sustentável em uma paisagem suscetível a problemas ambientais peculiares. O objetivo do estudo é caracterizar o meio físico relacionado aos terrenos cársticos, bem como sua vulnerabilidade frente a processos erosivos e a atividade minerária na região de entorno. A caracterização desses terrenos permitirá, em escala regional, a identificação das fragilidades do meio em relação às possíveis alterações de origem antrópica.

    Leia mais

  • 01/01/05

    Geologia e caracterização tecnológica de basaltos pozolânicos da Formação Serra Geral no vale do Rio Paranapanema, SP-PR

    Na região de estudo ocorrem rochas diferenciadas ácidas da Formação Serra Geral com possibilidades de agregar componentes pozolânicos. Pretende-se reconhecer a geologia da área de estudo e delimitar, em superfície, os tipos litológicos mais ricos de componentes pozolânicos com base em dados de campo, relações estratigráficas, estudos petrográficos e composições químicas de rocha total; descrever os atributos intrínsecos da rocha que participam da reação pozolânica, e desenvolver um procedimento de análise para qualificar e estabelecer, com exatidão, a qualidade e o desempenho futuro dos componentes pozolânicos na tentativa de se constituir um modelo descritivo de depósito mineral de pozolana natural.

    Leia mais

  • 03/01/04

    Subsídios técnicos ao Plano Diretor de drenagem do município de Guarulhos

    Este projeto tem por objetivo fornecer subsídios técnicos para a retenção do excedente hídrico das águas precipitadas, promovendo a infiltração nos solos das bacias hidrográficas dentro da área do Município de Guarulhos. As técnicas que serão desenvolvidas trarão benefícios à macro-drenagem, oferecendo aumento da disponibilidade hídrica subterrânea através do aumento da taxa de recarga natural. O município de Guarulhos está localizado em uma área de elevada quantidade de precipitação hídrica, porém a água escoada superficialmente não fica no município. O aporte de água nas épocas das chuvas passa a provocar problemas de inundaçõe. Embora exista excedente hídrico no Município de Guarulhos, somente 11% do abastecimento público é realizado através de fontes próprias do município. Conseguem-se distinguir dois tipos de aqüíferos em Guarulhos - aqüífero sedimentar São Paulo, permeável por porosidade granular, e aqüífero fraturado Cristalino, permeável por porosidade de fissuras. Essa pesquisa contou com determinações de campo de infiltração de água na Sub-bacia do Ribeirão das Lavras, coleta de amostras de solo para determinação de parâmetros geotécnicos de laboratório que caracterizassem o solo quanto às suas propriedades de absorção das águas das chuvas. Conclui-se que os aqüíferos não recebem o aporte de água de recarga, devido às deficiências de infiltração. Assim sendo, o represamento e posterior infiltração direta nos aqüíferos, utilizando métodos de recarga artificial, seria a melhor alternativa para manter a água precipitada nas sub-bacias hidrográficas.

    Leia mais

  • 19/12/03

    Sistema de informações georeferenciadas da mineração na Bacia Hidrográfica do Rio Sorocaba

    O objetivo geral do projeto é estruturar e implantar um instrumento de racionalização e agilização dos procedimentos de licenciamento, fiscalização e monitoramento dos empreendimentos minerários localizados na Bacia do Rio Sorocaba. Como objetivos específicos, podem ser elencados: (1) Desenvolvimento de um Sistema de Informações georeferenciadas sobre a atividade minerária, em ambiente computacional, com ferramentas de visualização, consulta e análise temática dos parâmetros e etapas dos processos de licenciamento ambiental, (2) Identificação e avaliação de áreas críticas quanto à atividade minerária, com base em critérios como concentração, adensamento, proximidade de áreas urbanas e de Unidades de Conservação, dentre outras e (3) Capacitação das equipes técnicas envolvidas nas tecnologias obtidas e no uso do sistema estruturado, visando a otimização da operação do Sistema, após sua implantação, mediante treinamento dos profissionais ligados ao SEAQUA.

    Leia mais

  • 01/09/03

    Projeto piloto de recarga artificial de aqüíferos na Bacia do Rio Una, Município de Taubaté

    O projeto tem por finalidade desenvolver técnicas e políticas públicas que viabilizam o uso sustentável dos recursos hídricos superficiais e subterrâneos na bacia hidrográfica do rio Una, Município de Taubaté. Esse projeto piloto de recarga artificial consiste na captação da água pluvial em telhados da Fábrica de Alimentos da UNITAU e injeção em poço tubular profundo para fins de recarga artificial de aqüíferos. Dois sistemas aqüíferos bastante diferenciados ocorrem na área: o aqüífero freático, livre, contido no solo (latossolo vermelho-amarelo), e o aqüífero sedimentar, semi-confinado a confinado, contido nos sedimentos terciários da Bacia de Taubaté. Tendo em vista estes dois sistemas aqüíferos foi elaborada uma metodologia para avaliar separadamente as características de cada um deles, envolvendo aspectos pedológicos, geotécnicos, sedimentológicos, estratigráficos, hidrodinâmicos, hidroquímicos e bacteriológicos, de forma, a caracterizar a recarga natural e as possibilidades de aplicação da recarga artificial de aqüíferos a fim de desenvolver e divulgar métodos que diminuam o escoamento superficial, responsável por erosão, transporte de sedimentos, assoreamentos dos corpos d’água, enchentes nas planícies dos rios e ribeirões.

    Leia mais

  • 01/01/03

    Geologia, potencial mineral, atividade minerária e uso e ocupação do solo no Vale do Ribeira e litoral do Estado de São Paulo

    O objetivo do projeto é fornecer os produtos necessários para a elaboração de uma proposta de Plano Diretor de Mineração para a região, para o estabelecimento de diretrizes e bases técnicas para o gerenciamento ambiental da atividade minerária, visando maior agilidade nos processos de licenciamento, assim como a definição de áreas aptas à mineração. O projeto, realizado por demanda da Secretaria do Meio Ambiente, envolve a participação de técnicos da CPLA - Coordenadoria de Planejamento Ambiental da SMA.

    Leia mais

  • 01/01/02

    A gestão dos recursos minerais no Estado de São Paulo

    Projeto de capacitação - Tese de Doutoramento. O projeto tem como objetivos realizar o levantamento e a análise de políticas públicas e dos atores sociais relacionados à gestão ambiental dos recursos minerais no Estado de São Paulo, no período de 1970 a 1995.

    Leia mais

  • Base de dados sobre mineração e meio ambiente-Projeto Piloto

    O projeto tem como objetivo a construção de base de dados em mineração e meio ambiente para subsidiar estudos de economia e política ambientais em recursos minerais. É composta de sete módulos: 1) Cadastros de entidades empresariais do setor mineral; 2) Legislação; 3) Referências Bibliográficas; 4) Normas Técnicas; 5) Estudos de Impactos Ambientais/Relatórios de Impactos Ambientais; 6) Dados estatísticos da Produção Mineral e 7) Cadastros de Endereços da INTERNET.

    Leia mais